All for Joomla All for Webmasters

pixmkt

28
ago

MONITORAMENTO ELETRÔNICO – Reclusos sob o manto do benefício da progressão

Por João Vieira Neto Com a vigência da Lei 12.258/10, que alterou e acrescentou dispositivos à Lei 7.210/84, em especial ao artigo 146-B, II e IV, da LEP, inexiste a criação da saída temporária cumulada à prisão domiciliar, onde a novidade informático-jurídica no seio da Lei de Execuções Penais, criada com a figura do monitoramente eletrônico (LEP, artigo 122, c/c

Read more

28
ago

DEVER INALIENÁVEL – Cabe ao Estado resguardar direito de imagem de presos

Por João Vieira Neto e Antonio Tide Tenório A.M. Godoi Presos do complexo penitenciário do Curado, no Recife, foram expostos, em rede nacional, utilizando celulares e facas. A cena pitoresca de gladiadores vis travando contenda no pátio é emblemática e mostra a falência do sistema. Muitos assistiram ao vídeo com a sensação de animalização das pessoas e se perguntaram como

Read more

28
ago

Progressão de regime nos crimes considerados hediondos

João Vieira Neto e Hélcio França Advogados criminalistas “Juizes não devem apenas seguir as letras frias da lei.” O limiar da discussão que se explanará adiante se encontra fundamentada em três pontos distintos, quais sejam: as restrições trazidas pela hedionda lei dos crimes hediondos, a legislação de execução penal e a súmula 698, editada pelo Supremo Tribunal Federal. O aparato

Read more

28
ago

A remição da pena pelo estudo – uma interpretação extensiva e sensata

João Vieira Neto e Hélcio França Advogado criminalista, associado do IBCCRIM, associado do IBEP – Instituto Brasileiro de Execuções Penais, pós-graduando em Direito Penal e Processo Penal pela Escola da Magistratura de Pernambuco Advogado Criminalista e pós-graduando em Direito Penal e Processo Penal pela Escola da Magistratura de Pernambuco. A remição disposta no art. 126, §1º, da Lei nº 7.210/84,

Read more

28
ago

Reforma do Código de Processo Penal, um avanço na busca da verdade real

Por João Vieira Neto e Hélcio França Hodiernamente o que se vê é uma preocupação constante e deliberada de se promoverem mudanças no âmbito penal e processual penal, com modificações e ajustes que justificariam a transformação temporal da sociedade como um todo, seja nos costumes, na cultura e no próprio desenvolver e avanços tecnológicos. Essa tendência já se mostrava patente

Read more